[Primeiras Impressões] A Playlist de Hayden

em 26.3.15
A
querida Novo Conceito me surpreendeu outra vez! Recebi os primeiros 8 capítulos do livro A Playlist de Hayden e, gente, adorei a leitura. Estou ansiosa para ler a sequência e conferir o desfecho dessa história.

Vamos conhecer o livro?


Título: A Playlist de Hayden
Autora: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito (2015, 288 páginas)
Compre em pré-venda: Amazon; Folha; Saraiva; Cultura
Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente
Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.
A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

Confira minhas primeiras impressões:

Narrado em primeira pessoa, nesse livro conhecemos Sam, um adolescente que acaba de encontrar seu melhor amigo, Hayden, morto em um claro suicídio

A história teria tudo para ser um drama comovente, mas a narrativa surpreende desde as primeiras palavras. Alternando-se entre os sentimentos conturbados de Sam pela perda e o perturbador passado compartilhado com Hayden, a autora nos apresenta um enredo diferente – inteligente, sarcástico e reflexivo.

Hayden sabia que Sam o encontraria morto. Ele deixou uma playlist repleta de músicas e um bilhete pedindo a Sam para escutá-las. Nessas músicas haverá a resposta para a pergunta que Sam e o leitor desejam responder: Por que Hayden decidiu morrer?

Eu tinha escutado aquelas músicas sem parar nos últimos dias, tentando descobrir o que ele quis dizer com aquilo. Ouça. Você vai entender. O que eu deveria entender? (p. 13)

Aos poucos, sabemos que Hayden não era apenas o melhor amigo de Sam, mas o único que tinha. Eram fãs de Star Wars, músicas alternativas e games – verdadeiros geeks –, e por isso sofriam o preconceito e a indiferença das pessoas. Ryan, o irmão mais velho de Hayden, era popular e maldoso. Frequentemente incentivava ou apoiava o bullying que seus amigos cometiam contra Hayden, o que apenas elevava a situação constrangedora e opressora a um nível insuportável.

Como conviver com o bullying quando seu próprio irmão, que deveria protegê-lo, é o responsável por inflingi-lo? Como ignorar que sua própria família parece não se interessar por você?

Sam sabia da difícil vida de Hayden, mas pouco podia fazer para mudá-la. Brigavam muito um com o outro por terem opiniões divergentes, mas a amizade nunca esmoreceu de verdade. Era apenas o jeito como conversavam; era o modo como costumavam se entender. Será que Sam acabou sendo, também, o responsável pelo suicídio do melhor amigo?

Por um minuto, um flash da festa passou pela minha mente, as últimas palavras que eu disse a ele. Vai se foder, Hayden. Que belo melhor amigo eu era. (p. 65)

Cada capítulo traz como título uma música da Playlist de Hayden. As bandas selecionadas são ótimas (Ramones, Radiohead, Metallica…) e, a cada página, uma nova peça desse quebra-cabeça é adicionada. Adorei o modo como a autora conduziu a história!

As páginas amareladas fazem a leitura render mais facilmente, a capa é bela e a Novo Conceito – como sempre – está de parabéns pela qualidade desse livro. Espero em breve poder ler a continuação e entender melhor o que aconteceu entre Sam e Hayden.
O
lançamento oficial do livro ocorrerá em 06 de abril! E, na minha opinião, é uma obra interessante para a leitura. Não é sempre que encontramos um enredo que aborde o suicídio, o bullying e o luto em uma perspectiva tão válida.

Que tal garantir seu exemplar na pré-venda? Compre-o:


Para acompanhar as novidades, curta a fanpage da Editora Novo Conceito:


E aí?
O que acharam de A Playlist de Hayden!?
Sentiram, também, vontade de lê-lo?

12 comentários:

  1. Já li algumas resenhas do livreto e estou adorando. Não gosto de ler livretos, pois fico muito ansiosa, a ponto de sentir dor de estômago. Estou esperando o livro para resenha, achei a ideia das músicas sensacionais...
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  2. acho a proposta inusitada no bom sentido e portanto me deixa curiosa! a NC segue fazendo um ótimo trabalho com a divulgação de prévias, isso deixa o pessoal mais curioso e assim pode ir matando a ansiedade por um lançamento ^^
    Quando der, de uma passada no blog, adorarei sua visitinha!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Fran, eu não recebi desta vez. Minha filha recebeu e já iniciou a leitura.
    Lerei depois dela. Eu não costumo gostar muito de livros neste estilo, mas pelas suas primeiras impressões fiquei bastante curiosa.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?
    Eu recebi os primeiros capitulos e adorei o começo da historia, eu estou doida para poder continuar a leitura.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amiga primeiramente tenho que confessar que gostei bastante das suas impressões sobre o livro, até porque já estou bastante curiosa para saber sobre esse livro. Mas a Novo Conceito já disse que vai mandar mais pra frente e agora vamos ter que aguardar, mas mesmo assim estou ansiosa. Espero gostar bastante do livro viu?! Adorei tudo que você abordou e seu ponto de vista tá ótimo. Parabéns =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-as-estranhas-e-belas-magoas-de.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga quando puder venha conferir minha nova postagem.
      Alguns quotes do livro que estou lendo atualmente - http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/dia-de-quote-2.html

      Excluir
  6. Já vi resenhas desse livro em outros quatro blogs.
    Parece um livro muito bom. Aliando um pouco de música com literatura.
    Misturar suicídio, bullying e mistério me deixou interessado.
    Bela dica.
    Gostaria de ler mais livros como esses resenhados por aqui.
    :)
    http://diegomorais18.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Fran!
    Esse livro parece que vai ser intenso, sei que vou me emocionar só por lidar com o tema morte e amigos, ainda mais agora com o que aconteceu na minha vida! Espero logo ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Fran!
    Adorei essas primeiras impressões do livro. E sua opinião me fez ficar muito interessada nele.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Fran, tudo bem??
    Eu também recebi a prova...do livro e ele veio cheio de significados... e o resultado foi a minha curiosidade.... Sam é um personagem que gostei muito... é perceptível a solidão que sente pela falta do amigo e o sentimento forte de amizade que eles tinha... pude sentir a sua dor da perda e a sua angústia com alguns fatores que não estavam tão claros assim... não vejo a hora do livro chegar para que eu possa finalizar a leitura... xero!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi Francine!
    O tema que este livro trabalhe é bastante delicado e, ao que tudo indica, é uma leitura fascinante... Parece ser maravilhoso...
    Estou aqui torcendo para ele corresponder as expectativas...

    Bjo
    escritaseleituras.weebly.com

    ResponderExcluir
  11. Oieee, tudo bem? Já vi este livro em dois blogs, também já assisti ao BT e gostei bastante mas o livro em si (a história) não me deixou curioso, talvez eu esteja enganado mas acho que não iria gostar da história, acho que terei que comprar somente para matar essa dúvida cruel hahaha, Abraços.

    ResponderExcluir

Que tal deixar seu comentário?
Fico sempre muito feliz ao ler as opiniões dos nossos leitores. Se tiver um blog, informe, pois será um prazer retribuir sua visita.

Posts Relacionados
Posts Relacionados